Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Serviços de saúde são os mais procurados em Mojuí dos Campos

No primeiro dia de ação da Caravana Pro Cidadania Paz Presença Viva no município de Mojuí dos Campos, neste domingo (10), a grande demanda foi registrada nos serviços de saúde. Assim como nas demais cidades já atendidas ela caravana na região do Baixo Amazonas, as consultas oftalmológicas foram as mais procuradas. Das 8 às 17h, foram feitas 450 consultas, além dos casos especiais e de urgência, para os quais foram concedidas consultas extras.

A Oftalmologia funciona com especialistas, assistentes e técnicos em ótica, com apoio de voluntários recrutados no município. A equipe atendeu a menina Louane Frota Ferreira, 06 anos. Ela foi encaminhada à clínica oftalmológica pelas nutricionistas do serviço de avaliação e orientação nutricional da caravana.

A mãe da menina, Leidiane dos Santos Frota, 29 anos, disse que começou a perceber o problema quando a criança começou a ter dificuldades na escola. "Ela não tinha vontade de ir para a aula e, quando ia, voltava com dor de cabeça. A professora me  alertou para levá-la no médico", contou.

Nos casos de prescrição de óculos, o paciente é atendido na ótica da caravana. Eles são primeiramente encaminhados para o teste de acuidade visual. Após a consulta com o especialista, o paciente escolhe o modelo da armação e as lentes são confeccionadas pelos técnicos de acordo com as especificações médicas.

Cinco pessoas trabalham na fábrica de óculos, e cada uma fica responsável por uma etapa do processo.O paciente entrega a receita, um dos assistentes anota as medidas e repassa para os técnicos em ótica, que identificam as lentes, fazem os recortes necessários e montam os  óculos. O material usado na fabricação é resina, como recomenda o Conselho de Oftalmologia.

Em uma ótica comum, os mesmos óculos poderiam custar até R$ 350,00. "Estou muito grata por este atendimento. Não tenho condições de pagar por uma consulta, muito menos por óculos para minha filha. Aqui foi tudo gratuito e fomos muito bem atendidas", afirmou Leidiane.

Alguns óculos especiais não são fabricados na hora. As receitas são encaminhadas para a Ação Social do Palácio do Governo e atendidas em até 15 dias. Áurea Viana da Silva, 63 anos, também passou pelo mesmo procedimento de Louane, mas precisa aguardar pelo tão esperado óculos. A última consulta da aposentada foi há dois anos, e o diagnóstico exigiu uma lente multifocal. "Eles anotaram meu endereço e eu vou receber os óculos em casa. Estou muito satisfeita porque, para quem esperou dois anos, 15 dias não é nada", disse ela.
A população de Mojuí dos Campos também acordou cedo em busca do serviço de emissão de documentos. A maior demanda foi pela Carteira de Identidade. Além da primeira via do documento, muitas pessoas procuraram o serviço de Identificação da Polícia Civil para trocar o RG.

A aposentada Maria da Silva Pereira, 50 anos tirou a primeira via do documento há mais de 30 anos. A foto do documento já estava muito diferente da imagem atual. "Eu vim aqui para trocar a minha identidade, mais pela foto, que além de desbotada está muito antiga", contou.

Já a dona de casa Maria de Fátima Nogueira, 53 anos, perdeu a Carteira de Identidade durante uma enchente, quando morava em outra comunidade. Há mais de um ano ela esperava uma oportunidade de emitir a segunda via do RG.

"Soube por uma colega, que é voluntária na ação, que ia ter este serviço. Não perdi tempo e vim para a fila bem cedinho", disse Maria de Fátima. O serviço de emissão de documentos está ofertando ainda registro de nascimento (primeira e segunda vias) e Cadastro de Pessoa Física (CPF).

A Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva permanece em Mojuí dos Campos até terça-feira (12). O atendimento é feito a partir das 8h, na Escola Estadual Fernando Guilhon. Às 06h são distribuídas as fichas para o serviço médico e emissão de documentos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário