Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Santarém sedia 2º Ciclo de Capacitação do Selo Unicef com a participação de 13 municípios

O município de Santarém, está sediando o 2º Ciclo de Capacitação de mais uma edição do Selo Unicef Amazônia. A formação é voltada ao (à) articulador (a) municipal do Selo, ao (à) mobilizador (a) de adolescente do Selo UNICEF e ao (à) adolescente componente do JUVA/NUCA. Entre os assuntos abordados estão: Água e Saneamento – produzindo impactos reais e positivos na vida de Crianças e Adolescentes, nutrição, mobilização dos adolescentes, vacinação e Plataforma Crescendo Juntos, a Formação. Adolescentes de 13 municípios da região oeste do Pará participam da capacitação que iniciou na terça-feira (21) e encerra nesta quarta-feira (22) no auditório do Iespes.


O projeto busca reconhecer os municípios que conseguiram melhorar a qualidade de vida para crianças e adolescentes durante os quatro anos que o projeto vigora – nesta 3ª edição será o triênio 2017-2020. A capacitação é importante, pois irá dar sequência ao processo de capacitação voltada para os articuladores e os mobilizadores de adolescentes.

A coordenadora do Território Amazônico do Selo Unicef, Anyoli Sanabria Lopes disse que trata-se de um momento importante que prepara os jovens para disseminar os temas nos seus municípios. "O Unicef trabalha com duas iniciativas principais, uma delas é o selo Unicef que hoje estamos fazendo o processo de capacitação e o outro é a Plataforma dos Centros Urbanos, que trabalhamos em Belém, Manaus, em cidades com mais de um milhão de habitantes. São duas estratégias para fazermos com os governos, a sociedade, a comunidade, a empresa privada, que todo mundo trabalhe em conjunto para mudar essas condições de vulnerabilidades de crianças e adolescentes".

A mobilizadora jovem do Selo Unicef em Santarém, Jéssica Bentes, está confiante que Santarém conquiste a terceira edição do selo Unicef. "É de suma importância a participação dos jovens nessa construção das políticas públicas voltadas para eles. Estamos nessa busca da conquista da terceira edição do Selo e nós vamos alcançar".
Luiz Henrique Teixeira Cunha, de 16 anos, articulador do Selo do Município de Placas, veio a Santarém para participar da capacitação. "Nós adolescentes precisamos buscar sempre a melhoria das políticas públicas do nosso município. Sentimo-nos felizes em participar desse grupo que estamos formando para melhorar e ampliar essas políticas para crianças e adolescentes, por isso não medimos esforços para estarmos aqui." finalizou.


"O Selo Unicef prova que Santarém continua avançando na qualidade de políticas públicas voltadas para crianças e adolescentes. Participar do selo e receber a certificação é dizer que o município de Santarém é um município que considera a política da Infância como prioridade absoluta", destacou a articuladora do selo Unicef em Santarém, Roselene Andrade.

A secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito, avaliou de forma positiva a presença dos 13 municípios em Santarém. "É muito bom vermos que a preocupação com a implementação de políticas públicas voltadas para crianças e adolescentes não é só um desejo de Santarém em avançar cada vez mais, mas com todos esses jovens, atentos, buscando conhecer melhor as temáticas e levar aos seus municípios esclarecimentos é extremamente significante. Desejamos que esses dois dias sejam absorvidos ao máximo por eles que são as pessoas que serão beneficiadas no futuro".

Sobre o Selo Unicef:
O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF voltada à redução das desigualdades e à garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Realizado em parceria com os municípios do Semiárido e da Amazônia Legal Brasileira, o Selo UNICEF busca contribuir com o fortalecimento das políticas públicas direcionadas à infância e à adolescência, com o desenvolvimento das capacidades dos gestores municipais e com o estímulo à mobilização social e à participação dos adolescentes. Ao longo de sua trajetória, a metodologia do Selo UNICEF já gerou resultados importantes nos municípios participantes em diversas áreas de políticas públicas, incluindo educação, saúde e assistência social.

Saiba Mais:

Ao participar do Selo UNICEF, os municípios assumem o compromisso de elaborar um diagnóstico da situação da população de 0 a 18 anos incompletos e um Plano Municipal de Ação para enfrentar os principais problemas que afetam essa população nos territórios, sempre de forma participativa. Os municípios também se comprometem a desenvolver ações nas áreas de saúde, educação, proteção e participação social de crianças e adolescentes e a monitorar os resultados alcançados por meio de indicadores e de debates em fóruns comunitários.


FONTE: ASCOM PMS

Nenhum comentário:

Postar um comentário