Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Casos de pedofilia aumentam em Santarém

As denúncias de abuso e exploração contra crianças e adolescentes aumentaram. Neste ano, cerca de mil crianças foram violentadas em todo o Estado. Por dia oito casos são registrados. 

Em Santarém, segundo o Conselho Tutelar a situação não é diferente. Em 2010 houve 18 casos, em 2011 o número aumentou para 49 e apenas nesse primeiro semestre de 2012 já foram registrados 32 casos, sendo a grande maioria meninas.

De acordo com a conselheira tutelar, Antônia Padilha o crescimento do crime ocorreu devido a dois fatores. “O combate ainda acredito que ainda está sendo um pouco lento. Temos muitos processos que estão correndo e ainda não foram chamados e imagine os que foram feitos este ano e que ainda vão passar por inúmeras vezes até chegar ao juiz, mas a gente atribui a questão de muito processo”, explica. 

A partir das denúncias do Conselho Tutelar, o Ministério Público Estadual (MP) e a Justiça comum têm trabalhado dobrado para dar uma resposta a sociedade, quanto aos crimes praticados contra criança e adolescentes.
O primeiro caso de condenação por pedofilia no município envolve três pessoas, condenadas em 2010 pela justiça. Segundo a denúncia do MP, Olavo de Jesus Rodrigues se relacionava sexualmente com três menores de 11 e 12 anos. As meninas, segundo consta a denúncia eram levadas até o motel pelo taxista Admar Nunes e eram aliciadas por Andreza Eliane. Os abusos ocorreram em 2005, os réus chegaram a recorrer da decisão, mas o recurso foi indeferido pela justiça. Os três cumprem prisão em regime fechado, com pena que chega ao total de 11 anos e 8 meses.

A ação é avaliada de maneira positiva pela conselheira tutelar. “Mesmo com toda essa demora, o juiz não está dormindo é uma questão de excesso de processos. É dessa forma que eles trabalham, pois sabemos que o juiz não pode fazer tudo em dia, no mês só, em um ano só, imagina quantos milhares e milhares de processos eles não têm por ai? As vezes eles (processos) vem até de outros juízes, não depende nem de esse juiz que está ai, talvez esse esteja fazendo a justiça rápida, mas a gente agradece de coração ao juiz que tomou essa decisão”, conta Padilha. 


Fonte: Notapajos

Nenhum comentário:

Postar um comentário