Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

terça-feira, 31 de julho de 2012

Iasep autoriza cirurgia inédita no Pará

O Instituto de Assistência aos Servidores do Estado do Pará (Iasep) autorizou, na última sexta, 27, a realização de uma cirurgia inédita em uma segurada do Plano. Liberada recentemente pelo Ministério da Saúde para realização no Brasil, a angiografia seletiva por cateter com uso de neurostent redirecionador de fluxo vem sendo realizada nos grandes centros médicos do país há cerca de um ano e, pela primeira vez, chega a Belém, autorizada a um segurado do Iasep. A paciente, de 43 anos, sofria com um aneurisma cujas dimensões chegam a 4,05 cm, o que caracteriza o procedimento como de alto risco.

Realizado em um hospital da Rede Credenciada sob o comando do Dr. Eric Paschoal, especialista em Neurocirurgia, Radiologia Intervencionista e membro da Câmara Técnica do Iasep, e com a supervisão do Dr. Ronie Piske, especialista em Neurocirurgia e Radiologia Intervencionista em São Paulo, o procedimento durou duas horas e foi considerado um sucesso. Aa auditoria médica do Iasep, representada pelo servidor efetivo Dr. Wirley Barros, esteve presente, a convite da equipe médica, para acompanhar o procedimento e verificar a utilização do material solicitado pelo médico.

Ao longo da cirurgia, o Dr. Eric Paschoal repassou algumas informações à auditoria do Iasep, apresentando estudo e justificativa para utilização do material. “Trata-se de um tratamento que traz economia para o Iasep e, acima de tudo, vai melhorar o prognóstico pós-operatório. Para o médico, esse tipo de conduta facilita o trabalho dos auditores e dá segurança aos pareceres”, conclui o auditor.

Dr. Ronie Piske, médico convidado diz que realiza esse tipo de cirurgia há um ano. Ele explica que a verificação de cura era bem menos frequente, pois o paciente geralmente voltava à mesa de cirurgia. "O novo tratamento tem dado mais certo, pois impede o fluxo de sangue no aneurisma, selando-o. Os benefícios são realmente consideráveis e é ótimo que o Pará esteja aberto ao novo tratamento”, diz
 
O Iasep é o primeiro Plano de Saúde do Pará que liberou o tratamento: “Existe uma dificuldade muito grande dos Planos regionais em liberar o procedimento. Em longo prazo, cirurgias como essas apresentam maior custo/benefício, pois o paciente não se torna reincidente no problema. Esta cirurgia autorizada pelo Plano do Servidor do Estado servirá de parâmetro para as futuras liberações.”, afirmou o Dr. Eric Pachoal. A paciente recebeu alta domingo, 29, cerca de 48h depois do procedimento e passa bem.


Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário