Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Labimol da Ufopa terá processo automatizado na testagem para Covid-19 e maior rapidez


A extração do RNA viral para exame de Covid-19 no Laboratório de Biologia Molecular (Labimol) da Ufopa será automatizada com o uso de um extrator automatizado de ácidos nucleicos, chamado Maxwell RSC 48 Instrument. Com esse equipamento, o processo dos exames será mais rápido, reduzindo o tempo para disponibilização dos resultados e podendo ampliar o serviço de testagem na região oeste do Pará.  Extrair o RNA viral é uma das etapas mais importantes nos exames RT-PCR que detectam a Covid-19, mas o procedimento é o mais demorado no processo que desde a primeira fase de funcionamento do Laboratório de Biologia Molecular (Labimol) era feito manualmente. 

O extrator que automatiza o processo foi adquirido com recursos do Instituto Alcoa, e os insumos necessários para o novo equipamento foram comprados com recursos do governo do estado do Pará. Os repasses foram feitos por meio da Fundação de Integração Amazônica (FIAM) da Ufopa. Nessa nova etapa de funcionamento do Labimol, com o extrator automatizado, será possível fazer 48 extrações em apenas 40 minutos. “Isso vai representar um avanço muito grande para o Labimol e, certamente, nós vamos conseguir disponibilizar os resultados dos testes no mesmo dia em que os materiais da coleta chegarem ao laboratório. Com isso, nós teremos um procedimento mais rápido, mais seguro, e uma padronização melhor do processo de extração”, ressaltou o coordenador do Labimol, professor Marcos Prado. O extrator será usado, inicialmente, para a realização dos testes de covid-19, mas ele também será utilizado para o desenvolvimento de pesquisas da Universidade. “A automatização, a partir desse equipamento, é um passo importante também para o desenvolvimento científico na nossa instituição”, disse Prado. O treinamento da equipe do Labimol para o uso do novo extrator ocorre nesta quarta-feira, 14 de julho, das 9h às 18h, no espaço do laboratório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário