Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Câmeras de segurança flagram momento em que cachorro é supostamente raptado. Após devolver o cão, suspeita do crime se defende

Um cachorro foi supostamente raptado, segundo sua dona, na noite do dia 22 de Janeiro. A principio a jovem Yuri Sowa, a dona do cão, postou em seu perfil no Facebook que ao chegar em casa notou que o cachorro havia sumido do seu apartamento, localizado em frente a Ufopa, na Mendonça, altos da Prancheta Elétrica. 


Quatro dias mais tarde, Yuri postou em seu perfil na rede social, imagens de câmeras de segurança, mostrando o momento em que uma jovem sai do mesmo prédio que a dona do cão mora, e leva o cachorrinho nos braços e em seguida pega um moto-taxi. Na postagem, a dona identifica a jovem como sendo uma funcionária da Farmácia Primavera chamada Adriane Lucia Ribeiro, que Yuri identifica como sendo sua vizinha. Abaixo todo o desabafo da dona do cão:

Reprodução/Facebook


Yuri Sowa
"O nome dela é Adriane Lúcia Ribeiro dias. Ela trabalha na farmácia primavera, se você conhece essa mulher, marque ela nessa publicação, ela tem que ser exposta, ou compartilhe essa publicação até chegar na mesma. Não sei como proceder com essa maldade, pois eu não consigo me imaginar fazendo isso com ninguém. Essa pessoa, cujo o nome é Adriane, que mora no mesmo prédio que eu, na Mendonça, nos altos da prancheta elétrica. E levou o meu filho de 4 patas pra longe de mim, todos ao meu redor sabem do amor que tenho por ele, e o quanto eu sofri por terem tirado o tufão de mim, ela sabia do meu desespero nesses 5 dias que ele tinha sumido, e mesmo assim se fez de desentendida. Mas nenhum crime é perfeito! Nenhum! Ela raptou meu cachorro, e levou ele pra bem longe.



Reprodução/Facebook
Agora me diz, por que? Que mal um cachorro tão pequenininho que é tão amoroso pode fazer a alguém? Se ela queria dá um cachorro igual o meu pra alguém, por que ela não adotou? Todos os dias tem cachorrinhos querendo ser adotados. Se ela não gosta de cachorros por que ela não se mudou de prédio? Por que essa desumana fez isso? Eu fico tentando adivinhar o motivo dessa maldade. Só hoje consegui todas as imagens das câmeras perto da minha casa, onde no primeiro vídeo ela coloca o meu cachorro pra fora e volta correndo pro prédio, no segundo ela sai do portão do prédio e dobra a esquina atrás do cachorro, no terceiro vídeo ela some com o meu cachorro na mão nos braços. Se não fosse essas câmeras eu nunca saberia. Estou com ódio, indignada, com todos os sentimentos ruins do mundo dessa mulher. E quero expor ela por essa atitude desumana que ela fez comigo e com o meu cachorro. Ela não chegou em casa até agora."

Reprodução/Facebook

Após a imensa repercussão da postagem de Yure sobre seu cãozinho, que obteve uma média de 1.100 curtidas, 850 compartilhamentos e mais de 650 comentários, a dona do cão responde em uma das postagens, que a suposta suspeita do rapto, havia devolvido o cachorro através de um moto-taxi e que  supostamente o motivo teria sido a divulgação das imagens. 

Reprodução/Facebook

Acontece, que após uma enxurrada de ofensas e do linchamento virtual, a jovem Adriane, supostamente autora do crime, enviou uma nota de esclarecimento ao blogueiro Nelson Vinencci, se defendendo e explicando o que, segundo ela, realmente teria acontecido. Leia na integra:

Adriane Ribeiro

"Venho através desta, esclarecer a publicação feita por YURI SOWSA no dia 26/01 as 22:02hs. No dia 21/01 fui em casa por volta das 20:30horas e após alguns minutos sai e ao abrir o portão, um cachorro passou correndo por mim em direção a rua; o qual EU não havia visto no corredor e não sabia de quem era. Caminhei até certa parte do meu trajeto e tive que retornar ao apartamento para buscar o fone do celular, ao chegar na esquina, fui ver aonde o cachorro estava, pois nesse tempo que retornei ao apartamento percebi que não apareceu ninguém procurando por ele. Com receio de que algum carro o batesse e para não deixa-lo na rua carreguei ele, e entrei em contato com um colega para que ele cuidasse ate que fizessem a procura do mesmo, eu não podia deixa-lo no meu apartamento, pois temos uma cadela da raça CHOW CHOW e dois gatos. Nesse tempo que passou em nenhum momento fizeram procuração dele dentro do prédio. No dia 26/01 as 19:00 horas, tive o conhecimento do proprietária do cachorro, pois a moradora YURI foi ao apartamento falar com a minha irmã, de forma agressiva pediu o cão dizendo que tinha verificado as imagens, minha irmã entrou em contato comigo e pedi pro rapaz providenciar de imediato a entrega do animal ao dono, eu estava no trabalho e não poderia sair naquele momento. A entrega foi feita por volta das 20:30 horas do dia 26/01. YURI já de posse do animal, fez uma postagem agressiva as 22:02 horas me insultando e expondo indevidamente meu nome, imagens e ainda divulgando o local que eu trabalho. A partir de então, já fiz a comunicação necessária a polícia e orientação de advogados, pois fui julgada, ofendida e exposta pelas pessoas, sem ao menos saberem a verdade do acontecido. Assim, estou procurando todos os meios legais para que seja comprovada a minha inocência, que sou pessoa de boa índole e não esse monstro que estão me acusando ser, além de afetarem a mim, afetam também meus familiares que estão pagando por pré-julgamentos ao meu redor, muito injusto isso."



Informações colhidas via Facebook e Blog do Nelson Vinencci

Nenhum comentário:

Postar um comentário