Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

sábado, 24 de março de 2012

Santarenos lembram 10 anos da morte de Maestro Wilson Fonseca

O município de Santarém completa neste sábado (24) dez anos sem o Maestro Wilson Fonseca. O popular Isoca, que nasceu no dia 17 de novembro de 1912, sendo que celebraria seu centenário em 2012.

Imortal da Academia Paraense de Letras encerrou sua vida aos 89 anos, no dia 24 de março de 2002. Musicista com reconhecimento no Brasil e no exterior, grande incentivador da arte e cultura santarena, deixou 1611 músicas registradas, com letras tidas como fonte de inspiração a sua cidade natal, Santarém e sua musa inspiradora Rosilda Fonseca.
 
“O meu pai era uma pessoa que dava exemplo de fidelidade, de um casal feliz com a minha mãe. Mas brincando o meu pai traiu a minha mãe várias vezes com Santarém, porque eram as duas musas que inspiravam ele, a minha mãe e a nossa terra tão querida meu encanto, minha vida Santarém do meu amor”, expressa um dos filhos.

Com a esposa, Isoca construiu uma família de seis filhos que obtiveram ainda na infância os ensinamentos musicais, a herança e responsabilidade de prosseguir com a história musical que se contrasta com a do Município.

Na Pérola do Tapajós, Wilson Fonseca compôs o Hino de Santarém, canções muitos conhecidas como “Pérola do Tapajós” (parceria com Pedro Santos e letra de Felisbelo Sussuarana); “Canção de Minha Saudade” (com letra de Wilmar Fonseca); “Um Poema de Amor”, “Lenda do Boto”, entre outras.

A residência que o Maestro morou com a família a partir dos anos 50 é conservada. Os familiares pretendem instituir o local como um memorial de vida do Isoca.

No ano do centenário do eterno maestro diversas homenagens devem ser realizadas. A Escola de Música Maestro Wilson Fonseca, fundada em 02 de agosto de 1993, tem suas principais atividades e objetivos de 2012 direcionados para a comemoração.

A abertura da celebração do centenário inicia hoje (24) com uma missa realizada na igreja Catedral de Nossa Senhora da Conceição.


Fonte: O impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário