Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

“Minha Casa Minha Vida” poderá ser administrado pelo Sindicato dos Trabalhadores

Quase dois anos depois de iniciada a construção de milhares de casas populares em conjuntos habitacionais, na Avenida Moaçara e na rodovia Fernando Guilhon, na zona urbana da cidade, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém (STTR) poderá ser a entidade responsável pela administração do programa “Minha Casa, Minha Vida Rural”, no Município de Santarém. A decisão definitiva será tomada pelo Conselho Deliberativo durante uma assembléia que a entidade vai realizar em novembro próximo. 

Na semana passada, representantes do Banco do Brasil, o agente financiador das casas, estiveram na sede do STTR, repassando informações a cerca do projeto aos líderes e delegados sindicais. De acordo com o presidente da entidade, Manoel Edivaldo Matos, foi aprovado pelo Conselho Deliberativo que o Sindicato deve ser a entidade organizadora para trabalhar o programa, porém, essa deliberação ainda não é definitiva, pois precisa ser analisada ainda pela Assembléia Geral. O “Minha Casa, Minha Vida Rural”, foi criado pelo Governo Federal para atender famílias fora da cidade e que atendam algumas exigências, entre elas, que sejam beneficiárias de reforma agrária.

FINANCIAMENTO

A Coordenadoria de Incentivo à Produção Familiar (CPROF), gerentes regionais do Banco do Brasil Marcos da Costa e Jarbas Oliveira reuniram no mês passado, em Santarém, para tratar sobre o PNHR - Programa Nacional de Habitação Rural (Minha Casa, Minha Vida Rural). Também estiveram presentes na ocasião algumas cooperativas e o STTR. Ficou definido que essas instituições em parceria com a CPROF irão trazer as demandas para dar início ao financiamento das casas que serão contempladas pelo Programa.

O Programa Nacional de Habitação Rural – PNHR, integrante do Programa Minha Casa Minha Vida – PMCMV objetiva a produção ou reforma de imóveis aos agricultores familiares e trabalhadores rurais, por intermédio de operações de repasse de recursos do Orçamento Geral da União ou de financiamento habitacional com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS, reduzindo o déficit habitacional rural. O PNHR possibilita que Entidades Organizadoras de todo o País possam firmar parceria com o BB para atuar no PMCMV/ PNHR organizando os produtores e trabalhadores rurais em grupos.

Fonte: RG 15/O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário