Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Corinthians bate Chelsea e fatura segundo título mundial


Corinthians faturou neste domingo o seu segundo título mundial. E o principal responsável pela conquista foi o atacante Paolo Guerrero. O jogador peruano marcou o único gol da vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea na final, no Estádio Internacional de Yokohama, no Japão. Antes, já havia feito o gol na semifinal contra o Al Ahly, que garantiu a presença corintiana na decisão do torneio.

O título do Mundial de Clubes conquistado no Japão é o segundo da história do Corinthians. Antes, em 2000, o time venceu a primeira edição do torneio organizado pela Fifa, que foi realizado no Brasil. Naquela oportunidade, o troféu foi garantido na disputa dos pênaltis após empate sem gols com o Vasco na decisão.
Dessa vez, porém, o torcedor corintiano não precisou sofrer tanto. A conquista do título do Mundial de Clubes foi garantida aos 23 minutos do segundo tempo, quando Guerrero marcou o único gol da partida e escreveu o seu nome na história do clube paulista.
O atacante peruano foi contratado pelo Corinthians após a conquista do título da Libertadores, em julho, e chegou a estar ameaçado de não disputar o Mundial de Clubes após se contundir na última rodada do Campeonato Brasileiro. Recuperado, Guerrero fez os dois gols da equipe no torneio no Japão.
Cássio também foi decisivo para a conquista corintiana. Neste domingo, ele fez defesas difíceis no primeiro tempo, quando o Chelsea pressionou o time paulista. E o goleiro voltou a se sair bem no final da segunda etapa, quando evitou gol do atacante espanhol Fernando Torres.
O JOGO
Os dois times sofreram mudanças nas suas escalações em relações aos jogos que os classificaram para a decisão do Mundial de Clubes. Preocupado com a força do lado esquerdo do ataque do Chelsea, Tite sacou Douglas para colocar Jorge Henrique e fortalecer a marcação pela direita.

Já o time inglês, que poupou alguns jogadores nas semifinais, escalou a sua força máxima. Assim, David Luiz, que tinha atuado como volante contra o Monterrey, voltou para a zaga. Ramires, Lampard e Moses entraram no meio-de-campo, enquanto Obi Mikel e Oscar foram relegados ao banco de reservas.
A partida começou bastante truncada. O Chelsea tentava trocar passes no campo de ataque, mas seus meias tinham dificuldades em razão da forte marcação corintiana. Assim, a primeira oportunidade de gol surgiu em uma jogada de bola parada. Aos 10 minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Cahill, que finalizou. Praticamente em cima da linha da sua meta, Cássio fez a defesa.
O Chelsea passou a ter maior controle da posse de bola, trocando passes no meio-de-campo em busca de espaços na defesa corintiana. O time brasileiro, porém, conseguia encaixar alguns contra-ataques perigosos. Em um deles, Paulinho finalizou forte, por cima da meta defendida por Cech.
A primeira grande oportunidade de gol do Corinthians surgiu aos 28 minutos, quando o time aproveitou bem os espaços deixados pelo meio-de-campo do Chelsea. Guerrero tentou passe para Emerson, Cahill cortou errado e a bola sobrou para o atacante, que finalizou de fora da área, mas para fora.
O Chelsea ameaçou aos 32 minutos, no primeiro lance em que apareceu o talento de Hazard. O belga lançou Moses nas costas de Fábio Santos. Antes de finalizar, porém, o jogador foi travado por Paulo André.
Principal destaque do setor ofensivo corintiano no primeiro tempo, Guerrero ameaçou o Chelsea aos 34 minutos. O peruano ganhou a disputa com David Luiz, passou por Cahill e tentou bater cruzado. A bola ficou com Emerson, que, sem ângulo, acertou o pé da trave na sua finalização.
A parte final do primeiro tempo foi dominada pelo Chelsea, que obrigou Cássio a fazer três boas defesas. Aos 37 minutos, Lampard lançou Fernando Torres na grande área. O atacante espanhol, porém, finalizou fraco. Moses ameaçou aos 39 ao invadir a área e bater colocado, buscando o canto oposto. Cássio espalmou para evitar o gol.
Aos 41 minutos, a oportunidade do Chelsea surgiu em uma jogada de bola parada. David Luiz cobrou falta, a zaga cortou, mas o rebote ficou com Mata, que chutou para nova intervenção do goleiro corintiano.
O jogo seguiu aberto no começo do segundo tempo. A primeira oportunidade de gol foi do Chelsea. Aos oito minutos, Mata lançou Hazard nas costas de Alessandro. O belga invadiu a área e finalizou para boa defesa de Cássio.
O Corinthians, porém, conseguia manter o duelo equilibrado, principalmente quando trocava passes no meio-de-campo. Aos 18 minutos, Guerrero, em jogada de pivô, criou uma situação perigosa. O peruano passou para Paulinho, que finalizou à esquerda da meta de Cech.
Melhor em campo, o Corinthians passou a jogar no campo de ataque e fez o seu gol aos 23 minutos. Paulinho fez boa jogada e passou para Danilo finalizar na grande área. O meia bateu, mas a bola desviou na defesa e ficou livre para Guerrero, de cabeça, marcar e colocar o time paulista em vantagem.
Bem postado em campo, o Corinthians conseguia se defender e praticamente não era ameaçado pelo Chelsea, que apostava em jogadas individuais e lançamentos longos, mas sem sucesso. Além disso, o time londrino parecia nervoso com a desvantagem e errava passes demais, facilitando as ações dos corintianos.
O Chelsea só conseguiu ameaçar aos 40 minutos. Após rebatida na defesa corintiana, Fernando Torres ficou com o rebote e, de frente para o gol, chutou em cima de Cássio, que fez a defesa milagrosa. No final do jogo, o time londrino ainda teve o zagueiro Cahill expulso, mas ainda assim chegou a marcar um gol, bem anulado por impedimento, com Fernando Torres. Depois disso, o Corinthians conseguiu segurar o sufoco imposto pelo time inglês para conquistar o seu segundo título mundial.
FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 1 x 0 CHELSEA
CORINTHIANS - Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Emerson (Wallace) e Guerrero (Martínez). Técnico: Tite.
CHELSEA - Cech; Ivanovic (Azpilicueta), David Luiz, Cahill e Ashley Cole; Ramires, Lampard, Moses (Oscar) e Mata; Hazard (Marin) e Torres. Técnico: Rafa Benítez.
GOL - Guerrero, aos 23 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Cuneyt Cakir (Fifa/Turquia).
CARTÕES AMARELOS - Jorge Henrique (Corinthians) e David Luiz (Chelsea).
CARTÃO VERMELHO - Cahill (Chelsea).
PÚBLICO - 68.275 espectadores.
RENDA - Não disponível.
LOCAL - Estádio Internacional, em Yokohama (Japão).
PÓS-JOGO
Corinthians joga de forma perfeita e bate o aual campeão europeu, Chelsea. O ano de 2012 é o maior da gloriosa história alvinegra! Com gol de Paolo Guerrero, autor também do tento da vitória sobre o Al Ahly, na semifinal, o Timão conquista o título mundial novamente, após 12 anos.
“O Corinthians é um grande time, muito organizado e não conseguimos vencer. O futebol brasileiro é sempre forte e atmosfera do estádio estava espetacular, a favor do Corinthians”, diz o capitão do Chelsea, Lampard.
“O time jogou para c…..! Estou muito feliz. A torcida merece. Esse título é para todo torcedor corintiano, aqui no Japão e em todo o Brasil. É um bando de louco e tem que comemorar muito. Eu sonhei com o gol do título e consegui realizar isso”, vibrou o atacante Paolo Guerrero, herói do título corintiano.
Jogadores corintianos se reúnem no meio do gramado e cantam juntos para comemorar o caneco! Alguns metros ao lado, elenco do milionário Chelsea só observa, cabisbaixo. O zagueiro David Luiz, corintiano na infância, chora muito. Não se sabe se por alegria ou tristeza.
Guerrero, já imortalizado na história do Corinthians, comemora com a bandeira do Peru. Ele é o maior ídolo do atual futebol peruano.
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, entra no gramado para dar começar a cerimônia de premiação, no estádio de Yokohama.
Paolo Guerrero ganha a Bola de Bronze, como terceiro melhor jogador do Mundial.
David Luiz, zagueiro do Chelsea, é eleito o Bola de Prata, segundo melhor jogador do Mundial de Clubes.
O goleiro Cássio é eleito o Bola de Ouro, melhor jogador do Mundial de Clubes.
Após o Chelsea receber as medalhas de prata, o elenco corintiano começa a receber as medalhas de campeão mundial.
Com as medalhas no peito, atletas começam a pular no palco, à espera do capitão Alessandro, que vai levantar o troféu do segundo Mundial com a chancela da Fifa conquistado pelo Corinthians. O time do Parque São Jorge é o único brasileiro a ser bicampeão mundial em torneios organizados pela Fifa, entidade máxima do futebol mundial.
CONFIRA OS MELHORES LANCES DA PARTIDA

SEGUNDO TEMPO

49min – Acaba o jogo! Corinthians é bicampeão mundial!!!!! Mas antes disso, Mata acerta a trave, claro, para o Corinthians tudo é mais sofrido!
48min – Corinthians vai para o ataque, mas não consegue segurar a bola.
46min – Fernando Torres marca de cabeça, mas ele estava impedido e o gol é anulado!!
44min – Árbitro assinala quatro minutos de acréscimo!!
44min – Para se segurar, Tite saca o atacante Emerson e coloca o zagueiro Wallace.
43min – Cahill faz falta feia em Emerson e recebe o cartão vermelho. Chelsea fica com um a menos!
42min – Cássio segura cruzamento e discute com Fernando Torres. O espanhol vê o tamanho do goleiro corintiano e logo pede desculpas.
41min – Mudança dupla. No Corinthians, sai Guerrero e entra Martínez. No Chelsea, sai Hazard e entra Marin.
40min - Cássio salva de novo. Fernando Torres chuta para o gol e o arqueiro defende com o pé.
37min – Mais uma mudança no Chelsea. Sai Ivanovic e entra Azpilicueta.
35min – A torcida alvinegra canta sem parar e empurra o Corinthians dentro de campo. Chelsea sente o clima e não consegue criar. Já o time brasileiro coloca a bola no chão e mostra total domínio da situação. Mas os ingleses são perigosos e nada está ganho.
33min – Sai o público no estádio de Yokohama: 68.275 torcedores, a enorme maioria é de corintianos.
31min – Alessandro esbanja fôlego e ganha disputa com Ashley Cole e David Luiz, mas Cahill corta a bola quando o lateral ia finalizar.
30min – Corinthians mantém o mesmo ritmo, a despeito de ter aberto o placar. Bem postado defensivamente e tocando a bola até encontrar um espaço no ataque, o time domina a partida.
28min – Chelsea vai para cima. Após bola centrada na área, Fernando Torres cabeceia para fora, sem perigo.
26min – David Luiz faz falta feia em Emerson e recebe o cartão amarelo. O Chelsea aproveita para mexer no time. Sai Moses e entra o brasileiro Oscar.
23min – GOOOOOOOOOOOOOOOOL DO CORINTHIANS!!!!! Paolo Guerrero faz de cabeça!!! Paulinho faz boa jogada e deixa Danilo livre na área. O meia corta e chuta de direita. A bola desvia na defesa e sobra para Guerrero cabecear para o fundo da rede!!!
22min – Moses tenta cruzamento, a bola cruza a área corintiana e sai pela linha de fundo.
19min – Corinthians cresce em campo e passa a ter mais domínio de bola, mas ainda peca na finalização.
18min – Jorge Henrique cruza para Guerrero, que ajeita para Paulinho. O camisa 8 bate forte e a bola passa rente à trave esquerda de Cech. Quase!
15min - Chelsea finaliza mais e cria uma série de oportunidades, mas o Corinthians está calmo, tenta encontrar o momento certo para chutar ao gol.
13min - Guerrero arranca pela esquerda, invade a área, mas é travado por Cahill, que desvia pela linha de fundo.
10min -  Jorge Henrique derruba Lampard no meio e recebe o cartão amarelo.
9min – Jogo está em alta frequência, lá e cá. Chelsea vai para cima e o Corinthians tenta se dar bem no contragolpe.
8min – Chelsea puxa contra-ataque, Mata lança para Hazard, que invade a área e chuta para mais uma bela defesa de Cássio.
6min – Emerson invade a área, divide a bola com Ivanovic e cai no gramado, mas não foi nada e o jogo segue.
5min – Chelsea chega ao ataque, mas a defesa bem postada consegue afastar o perigo.
3min – Guerrero é derrubado por David Luiz, mas o árbitro nada marca. O peruano também sente o tornozelo.
2min – Emerson Sheik divide com Ivanovic e fica sentindo o tornozelo direito.
1min – Recomeça o jogo! As equipes voltaram sem alterações. Em caso de empate no tempo normal, a partida vai para uma prorrogação de 30 minutos. Se persistir a igualdade, a decisão será na disputa de pênaltis.
INTERVALO
De acordo com as estatísticas da Fifa, o Chelsea teve 57% da posse de bola no primeiro tempo, contra 43% do Corinthians. Os ingleses deram nove chutes ao gol e os brasileiros finalizaram cinco vezes. O time de Tite cometeu dez faltas e o de Rafa Benítez fez cinco.
PRIMEIRO TEMPO
46min - Apita o árbitro, fim da primeira etapa. Grande primeiro tempo. Chances dos dois lados e nervosismo. Chelsea criou mais oportunidades e Cássio salvou, mas o Corinthians mostrou personalidade e soube ir para cima também, conseguindo uma bola na trave, com Emerson Sheik.
44min - O árbitro assinala um minuto de acréscimo.
42min – Emerson Sheik dá carrinho em Hazard, dentro da área do Chelsea, e o árbitro marca falta de ataque.
41min – Chelsea chega bem novamente. O espanhol Mata arrisca de longe e Cássio defende no meio do gol, com tranquilidade. O camisa 12 do Corinthians vem sendo o melhor homem em campo.
40min -Guerrero divide com David Luiz e fica sentindo contusão no tornozelo. O peruano recebe atendimento médico, mas volta para o jogo.
39min – Cássio faz defesa fantástica. Moses bate colocado e o goleiro, com a ponta das mãos, desvia para escanteio.
37min – Cássio voa para agarrar bola chutada por Fernando Torres, que recebeu lançamento de Lampard e bateu de primeira dentro da área.
34min - Na trave!!!!! Guerrero mata no peito e bate cruzado, a bola atravessa a área e sobra para Sheik, que bate na trave! Quase o gol do Corinthians!
32min -  Hazard arranca pela esquerda, Fábio Santos erra o tempo da bola ao tentar o cabeceio e a bola sobra para Moses, que é travado por Paulo André.
30min – Jorge Henrique faz falta em Ramires. O camisa 23 está correndo bastante e ajudando na marcação, mas não pode fazer tantas faltas.
28min – Cahill falha ao tentar dominar a bola e ela sobra para Sheik, que chuta de fora da área, mas a bola passa por cima do gol. O zagueiro Cahill vem sendo o ponto fraco da defesa dos ingleses.
25min – Guerrero dá lindo drible em Cahill dentro da área e é derrubado, mas o árbitro diz que o peruano se jogou e não marca nada.
21min – David Luiz faz a cobrança da falta em cima da barreira. Sheik puxa contra-ataque e invade a área, mas David Luiz volta correndo do ataque e corta com precisão.
20min – Hazard é derrubado por Chicão na entrada da área. Falta perigosa para os ingleses.
19min – Agora é Paulinho quem tenta de longe. A bola sai forte, mas sem direção vai por cima do gol.
18min – Jorge Henrique arrisca de fora da área e Cech defende com tranquildade. Corinthians começa a acertar o passe e chegar bem.
17min – Emerson Sheik domina no meio-campo e cai pela esquerda, mas erra ao não tocar para Guerrero, livre no meio da área, e a bola é cortada pela zaga do Chelsea.
16min – O Corinthians precisa sair do seu campo de defesa e trabalhar mais a bola no ataque. Chelsea tem mais posse de bola, mas não cria tanto.
14min – Chelsea está ganhando quase todas as bolas no meio de campo. Corinthians não tem facilidade para sair jogando.
12min – Corinthians encara o Chelsea com seriedade, mas precisa acertar o seu posicionamento defensivo, principalmente nas bolas altas.
9min – Quase o gol do Chelsea!!! Cássio salva o Corinthians defendendo a bola em cima da linha após chute de Cahill na pequena área.
8min – Alessandro puxa contra-ataque e tenta lançar Emerson, mas lança mal e a defesa afasta a bola.
6min – Corinthians vem fazendo boa marcação, jogando com muita vontade. Chelsea tenta se impor no toque de bola.
4min – Corinthians parte para cima. Fábio Santos cruza para Paulinho, mas Hazard faz o corte antes de a bola chegar no camisa 8 corintiano.
3min – Lampard chega solando e faz falta feia em Ralf, que fica caído, mas logo levanta.
2min – Chelsea inicia a decisão com mais posse de bola e vai ao ataque. Corinthians se defende bem e tenta sair para o jogo.
1min – Começa o jogo!!! Em caso de empate no tempo normal, a partida vai para uma prorrogação de 30 minutos. Se persistir a igualdade, a decisão será na disputa de pênaltis.
PRÉ-JOGO
O Chelsea anuncia a sua escalação e o destaque é a ausência do meia Oscar no time titular. Camisa 10 da seleção brasileira nos últimos jogos, o jovem meia vai esquentar o banco na decisão do Mundial. Em compensação, o volante Ramires agora é titular. O técnico espanhol Rafa Benítez também fez outras duas mudanças em relação ao time que bateu o Monterrey na semifinal. O experiente Lampard e o meia Moses entram nas vagas de Mikel e Azpicuelta. Já o brasileiro David Luiz, que atuou como volante ante os mexicanos, volta à zaga contra o Corinthians.
Os times já estão alinhados na boca do vestiário, prontos para entrar em campo para a disputa do título mundial. Os capitães Alessandro, do Corinthians, e Frank Lampard, do Chelsea, são os que puxam as filas.
Os jogadores entram em campo e passam pela taça que será dada ao campeão. Campeão mundial pelo São Paulo, em 2005, quando era reserva, o lateral-esquerdo Fábio Santos é o único corintiano a esticar a mão e tocar a taça.
O árbtitro turco Cuneyt Cakir chama os capitães Alessandro e Lampard para o sorteio de bola ou campo. Deu Corinthians, que escolhe o lado esquerdo para iniciar a partida e a saída de bola vai ser dada pelo Chelsea.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS - Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Paulinho, Ralf e Danilo; Jorge Henrique,  Emerson e Guerrero. Técnico: Tite.

CHELSEA - Cech; Ivanovic, Cahill, David Luiz e Ashley Cole; Ramires, Lampard, Moses, Mata e Hazard; Fernando Torres. Técnico: Rafael Benítez.
Árbitro - Cuneyt Cakir (TUR)
Local - Estádio Yokohama (JAP) 


Fonte: O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário