Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Bragança está entre os destinos mais procurados no verão paraense

Bragança, conhecida como a Princesa do Salgado, distante 210 quilômetros da capital paraense, registrou um aumento significativo do fluxo de veranistas no último fim de semana, chegando a receber quase o dobro da quantidade de visitantes que normalmente se deslocam para o município neste período. A cidade, que completa 400 anos em 2013, além das belezas naturais, como a praia de Ajuruteua, oferece atrativos históricos, como os casarões e monumentos datados do século XIX, a exemplo do Mercado de Carne, da Catedral Nossa Senhora do Rosário e do Coreto Pavilhão Senador Antônio Lemos; manifestações culturais como a tradicional festa da Marujada, que acontece em dezembro, mas cujos registros e símbolos estão à disposição do turista no Museu da Marujada, que fica aberto de segunda a sábado; e uma culinária riquíssima, a base de peixes e mariscos.

Os atrativos naturais ficam por conta dos diversos furos e igarapés e da famosa praia de Ajuruteua, localizada a 36 quilômetros de Bragança e um dos destinos mais procurados por veranistas de todo o Estado durante o mês de julho. O balneário tem 30 km de praia oceânica, oferecendo ao visitante uma paisagem encantadora. Quem esteve na vila no último final de semana, além de curtir as belezas naturais também pode acompanhar a apresentação de um cordão de boi junino, o Boi Lombo Dourado, que animou crianças e adultos.
Nenhum caso de violência ou acidente grave foi registrado em Bragança. A Operação “Verão na Paz”, que reúne diversos órgãos estaduais de segurança pública do estado, em parceria com órgãos federais e municipais, garantiu um fim de semana tranquilo para quem buscou a região bragantina para passar o fim de semana.
Na barreira montada na PA-458, que dá acesso à praia de Ajuruteua, o Detran em parceria com as polícias Militar e Civil, Ministério Público, Juizado da Infância e Adolescência e Conselho Tutelar, realizou ações educativas. A fiscal Renata Souza, do Detran, informou que o órgão recebeu reforço de 10 agentes de trânsito para apoiar as ações, tendo em vista o movimento crescente de turistas durante todo o mês de julho. Os principais problemas registrados são referentes a não utilização dos equipamentos de segurança e à superlotação dos veículos. “Procuramos orientar os condutores sobre a importância de manter a segurança, tanto nas estradas como nas praias. Pedimos a colaboração para que evitem transitar com os veículos na faixa de areia e lembramos que nesse espaço estão passíveis às punições previstas em lei”, diz ela.
A equipe de Educação para o Trânsito do Detran levou atores com maquiagens especiais para simular acidentes automobilísticos, como forma de despertar a consciência dos condutores. Para o agente Jonas Nascimento, que coordenou a ação, esse tipo de estratégia causa um impacto maior e produz melhores resultados. “Distribuímos panfletos e orientamos os ocupantes dos veículos sobre a importância do uso de equipamentos de segurança e de não pegar o volante após o consumo de bebidas alcoólicas. Resolvemos utilizar os atores para que as pessoas tenham mais consciência do que pode acontecer no caso de um acidente”, disse.
O comerciante Ronaldo Oliveira aprovou a ação da barreira. Os três passageiros que conduzia no banco traseiro do carro estavam sem cinto de segurança e, depois de receberem as orientações com a ajuda do ator “acidentado”, prontamente concordaram em colocar o cinto. “A gente sempre esquece de quem está no banco de trás. A ação do Detran é um pouco chocante, mas tenho certeza que depois dessa experiência, nem eu e nenhum passageiro vai esquecer de colocar o cinto quando entrar no carro”, afirmou Ronaldo.
Segurança - O Corpo de Bombeiros de Bragança recebeu o reforço de dez agentes da Defesa Civil para ações durante o verão. Na praia de Ajuruteua foi montado um posto fixo para o cadastramento e distribuição de pulseiras de identificação de crianças. Equipes itinerantes percorreram a praia para dinamizar a ação e conversar com os banhistas quanto aos cuidados básicos para evitar acidentes. “O nosso maior problema é com as crianças que se perdem dos pais. O número ainda é muito grande, mesmo com as ações preventivas que realizamos. As pulseiras ajudam na rápida localização dos responsáveis quando ocorre de uma criança se perder”, explicou o sub tenente Gilberto Pacheco, da Defesa Civil do Corpo de Bombeiros.
O pedreiro Reginaldo Silva procurou o posto do Corpo de Bombeiros assim que chegou à praia com as duas filhas e uma sobrinha. Para o veranista, identificar as crianças com a pulseira é a primeira atitude a ser tomada por quem leva a garotada pra praia. “Essa ação é muito bacana porque deixa a gente mais tranquilo com relação as nossas crianças. Não adianta nada estar em um paraíso ecológico como Ajuruteua se a gente tiver que passar por uma situação de tensão como essa”, opinou.
A segunda maior ocorrência registrada na praia está relacionada à poluição sonora, problema que vem sendo combatido por meio de uma ação conjunta entre o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, polícias Militar e Civil e Secretaria de Meio Ambiente de Bragança. Para combater essa infração foi usado um decibelímetro, equipamento que mede a intensidade do som emitido por máquinas e aparelhos sonoros. A altura máxima permitida por lei é de 70 decibéis. Os automóveis estacionados na orla foram fiscalizados e aqueles que apresentavam um volume de som acima do permitido foram orientados a se adequar. “Aferimos os equipamentos de som dos carros que estão na praia e, caso seja constatado um volume acima do permitido, nós conversamos com o dono do veículo para que ele procure se enquadrar. Se houver reincidência, o indivíduo é autuado e o equipamento apreendido”.
Apesar do grande número de veranistas que escolheram Bragança para passar o fim de semana, a cidade apresentou queda nos índices de criminalidade. Os principais casos foram referentes à poluição sonora, seguida de lesão corporal motivada pelo consumo excessivo de álcool e o tráfico de drogas. O capitão da PM David Lima relatou que a única ocorrência de furto no fim de semana em toda a região foi de uma bicicleta levada de um praça durante um show, promovido por uma emissora de rádio local. O oficial acredita que o reforço do efetivo que faz o policiamento de rua está ajudando a coibir os delitos.
“Os números estão caindo drasticamente a cada semana. Apesar do fluxo de veranistas na cidade ter sido bem maior neste fim de semana, o número de casos foi menor que o da semana passada. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a diferença é bem grande, prova de que a Operação 'Verão na Paz' tem dado o resultado que esperávamos”, afirmou o capitão David Lima.
A Polícia Militar recebeu um reforço de oito viaturas e 55 homens, incluindo agentes da inteligência, que atuaram a prisão de traficantes na última sexta-feira, 20. A parceria com a Susipe, Polícia Civil e Polícia Federal em barreiras montadas nas estradas resultou na captura de dois foragidos de Justiça e na interceptação de 10 traficantes e apreensão de pasta de cocaína e maconha que estavam sendo transportadas para Augusto Correa, município próximo a Bragança.

Fonte: Pará Agência de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário