Vacina 2ª Dose

Vacina 2ª Dose

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Esquema de ferrovia MT - STM é apresentado em Santarém

Membros do poder executivo estadual e municipal e entidades produtivas conheceram na tarde de terça-feira (8), o projeto da ferrovia que ligará o estado do Mato Grosso a Santarém, oeste do Pará. O esquema foi apresentado por uma equipe técnica da Universidade Federal de Santa Catarina e pela Agencia Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). A reunião ocorreu no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES).

Segundo o engenheiro civil, Jorge Hamad, a BR-163 não suportará o peso de mais de um milhão de toneladas anuais de grãos, transportados por meio de carretas. “Há necessidade da ferrovia porque o asfalto vai acabar em um ano. Se toda soja produzida no Mato Grosso for exportada para o Porto de Santarém, o lado direito da BR, vindo de Mato Grosso para cá, ficará mais baixo que o lado esquerdo”, enfatiza. A construção da ferrovia é uma prioridade do governo federal e dos governos dos estados do Pará e do Mato Grosso. A ideia é oferecer um caminho alternativo para escoamento da produção.

Durante o encontro ficou definido que a ferrovia não vai acompanhar a Rodovia BR-163 até o Porto de Santarém. A estrutura deve ter os trilhos desviados a partir da região do Planalto, para um novo porto, que está sendo chamado de ‘plataforma’ e poderá ser construído na região do Ituqui. Para o prefeito de Santarém é importante discutir com os técnicos a viabilidade econômica, social e ambiental desse projeto. “Informações que possam robustecer esse estudo de viabilidade porque entendemos que a Rodovia Cuiabá-Santarém do ponto de vista de logística é fundamental para o Brasil e para o nosso município”, ressaltou. Após as discussões de esquema, a segunda etapa deverá definir modelos e contratação de concessionários.

Fonte: Notapajos co informações de Armando Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário